Untitled Document
Página inicial Português English Español
Samba, Forró, Lambada [zouk] e muito mais...
 

O Congresso

 

 
 

O Br Danças – Congresso Internacional de Danças Brasileiras tem por objetivo principal promover o desenvolvimento e divulgar as danças nacionais, especialmente as de salão, que devem ser valorizadas e reconhecidas por sua imensa riqueza cultural.

Realizamos em 2008 a 4ª edição deste evento que traz na bagagem o crescente sucesso atingido nos anos anteriores - resultado que, acreditamos, é fruto do incansável trabalho em busca de obter maior visibilidade para as danças sociais, pelo profundo respeito aos profissionais e dançarinos e pelo desejo de congregar o maior número de adeptos de nossa arte, vindos de todo Brasil e do exterior.

Em sua última edição o Br Danças ofereceu 63 horas de atividades, com uma grade com 50 horas de aulas práticas, possibilitando a livre escolha de até 14 oficinas, atendendo a todos os níveis, desde o iniciante em seu primeiro contato com a dança, àqueles que já se encontram nos patamares intermediário ou avançado; com ênfase na lambada [zouk], samba e forró.

A variedade de estilos e técnicas foi garantida pela seleção de professores vindos de diferentes escolas e procedências, trazendo propostas interessantes e de qualidade. As aulas contaram com tradução, permitindo a perfeita assimilação de conceitos e experiências para o público.

Palestras e atividades paralelas enriqueceram a programação que contou ainda com dois bailes e uma sensacional Mostra Coreográfica, que levou ao palco a arte de companhias consagradas, professores e participantes do Br Danças.

E quando os congressistas não estavam aprendendo, aprimorando-se ou praticando, tiveram ainda a oportunidade de desfrutar das belezas naturais e extraordinárias da Cidade Maravilhosa, que com uma variedade imensurável de atrações, convida ao turismo, ao lazer e ao desfrute de tudo que é belo e prazeroso e que só o Rio de Janeiro tem a oferecer.

A cada edição procuramos aprimorar ainda mais o Br Danças que já se consolida como um marco no calendário artístico e cultural do país, na certeza que dançar é muito mais que uma atividade técnica ou simples lazer. Dançar é arte, é um modo de ver o mundo e dançar é viver.
 
     



Untitled Document
Fale conosco
Untitled Document